segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Dia quente... Assim começou mais um dia de trabalho da dupla de nariz vermelho.

Na entrada do hospital, a Dra.Kaduca teve que ser atendida às pressas, de urgência mesmo, já que ela teve um ataque súbito de pressão aguda, por causa de um tal de  Rodrigo que estava demonstrando seus dotes dancísticos, coisa de outro mundo. Seguraaaa peão, ou melhor Seguraaa Dra. Peoa, anh? Seguraaa Dra.Kaduca. Que palhaçada é essa? Nem é a  hora do almoço...

Imediatamente as doutoras se dirigiram ao consultório colocando as fichas em ordem para realizarem os exames de rotina e também de falta de rotina.

Barulhinhos vindos da brinquedoteca chamaram a atenção das besteirologistas, que foram receitar para os baixinhos, muito cheiros, dengo, cafunés e carinho. Foram adicionadas ao receituário bolhinhas de sabão, vírus do amor e muitas vitaminas.  

A Maria Vitória dava muitas gargalhadas e nós queríamos morder essa baixinha de tanta fofura. Que isso gente? Claro que as mamães corujas não iam deixar né, ficavam só de butuca. Os pequeninos brincaram um tantão assim ó. Até nós né, doutora?

Por fim, estas doutoras arteiras, aprontaram tanto, mas tanto, que o dono do pedaço, o príncipe, trancou as duas na casinha encantada, estavam de castigo, no cantinho do pensamento: “bem feito” rsrsrsrs. Quase que não dá tempo de terminar as consultas. Eita que sufoco...

Já na saída, as doutoras passaram pela sala de espera e ensinaram a coreografia da dança dos famosos, aquela... isso, aquela do domingão do Faustão. Como sempre arrasaram...

Bom, plantão terminado é hora de ir para casa descansar.


Beijos e até o próximo.











quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Dia de plantão, dia de animação e lá se vão as dras. Fokinha e Kaduca. Ao se depararem com o Doutor na porta do hospital, elas tentaram ganhar o coração dele no charme. Será que ele se rendeu?

Logo após, a dra. Fokinha avistou duas moças super charmosas, estilosas, super pinks. Enquanto isso dra. Kaduca teve um lindo reencontro com o gogó de ouro, voz de locutor de rádio que no mês de junho havia feito uma declaração de amor pra ela.

Na pediatria os pacotinhos só dormiam ou tomavam o leitinho das mamães. As dras. cantavam canções de ninar, cantigas de roda e soltavam muitas bolhinhas de sabão.

No oitavo andar, dra. Kaduca foi pedida em casamento pelo senhor Domingos (porque não nos sábados?) que sugeriu que eles se casassem em cima de um cavalo bravo. Ele é tão romântico! Ao lado da cama dele, o senhor Geraldo enlouquecia as doutoras com suas piadas e pediu que a foto dele fosse tirada com ele deitado, porque assim ele se sentia mais bonito.

Gato late? Como assim? Já terminando o plantão as dras. encontraram com um "gato" que latia. Assim fica difícil de entender, portanto elas foram embora para repor as energias.


Até o próximo plantão!








sábado, 19 de novembro de 2016

Hoje tem palhaçada? Tem sim senhor!!!Quer dizer... Num era isso que eu queria falar! Mas era o quê mesmo que eu estava falando?Ops!!!

Duas doutoras completamente desmioladas (quer dizer, sem miolo), ficaram pedindo carona para irem ao plantão, já que o helicóptero da Dra. Kaduca estava sem óleo, ô Kaduca. Chegaram ao hospital encaloradas, pois ficaram rebolando num bambolê e dizendo para todo mundo, que aquele instrumento fazia criar mais equilíbrio. Não sei onde, pois elas são "tudo" desequilibradas. Mesmo assim tiveram muitas pessoas interessadas em saber mais sobre este método tão revolucionário da medicina. Já no postinho da pediatria, a Dra. Kaduca, passou horas e horas capacitando os enfermeiros, sobre essa abordagem inovadora. Foi um sucesso, a discussão. Então já era hora de partir para a experimentação, as consequências foram profundas, bem profundas mesmo, principalmente a risoterapia que se agravou muito, mas já era previsto, pois durante o curso clínico a anatomia patológica, foi toda estudada. 

Muito tranquilo na pediatria, alguns pacotinhos muito fofos, em destaque as princesinhas gêmeas Helenas e Cecília, que estavam arrasando o coraçãozinho do príncipe Enzo, os anjinhos mais amados por ali, principalmente pela vovó das meninas. 

De repente as Dras. receberam uma chamada de urgência e emergência lá no quinto andar. É que uma alemã com xênon de fábrica (olhos azuis) original precisava do tratamento de bambolear e injeções de cócegas e o mais top e chique é o nome dela Ulrike Listemaier, coração de ouro. 

E lá se foi mais um plantão, de muito trabalho, muitos antibióticos para conter o riso frouxo. Dia em que a mais bela mágica, reinou absoluta no hospital: o amor.

Até outro dia pessoal!



domingo, 16 de outubro de 2016

O dia nublado começou com jeitinho de chuva, pinguinhos mansos e, claro, mais um plantão.

É primavera e lá se vão as três Dras. Besteirologistas, distribuindo sorrisos, carinhos e flores por onde passam. Flores? Sim... Sim! Uma flor sempre desperta em nós os mais variados sentidos. Por isso começamos na recepção, trazendo toda esta beleza rara. 

Já na sala de espera, as Dras. não se contiveram e entregaram flores azuis, amarelas, brancas, coloridas... Inclusive, a Dra. Kaduca até emprestou seu telefone de último lançamento “Carro G” para um rapaz ligar e pedir mais. Foi então que apareceu a Dra. Bitoka, dizendo que era a flor que ele tinha pedido. Mas que confusão danada gente! 

No postinho não foi diferente. Muitas flores. Tinha até um novato na enfermaria, ele era o “bendito fruto entre as mulheres”, alguém conhece esta expressão? Que coisa esquisita! Não entendi nadinha disso aí, viu? Cada uma que aparece! Mas ali mesmo as Dras. recitaram a receita mais apropriada para aquele momento “Quando eu flor Quando tu flores. E ele flor. Nós flores seremos. E o mundo florescerá”. Todo mundo ficou contagiado com a recitação, afinal essas Dras. são porretas mesmo, treinaram por muito e muito tempo. 

Na pediatria tinha só um tiquinho de pacotinho, tomando banho de sol, a mamãe e a Sofia (flores mais lindas do nosso jardim) quiseram até tirar uma foto com a gente. 

Tudo muito tranquilo, plantão mais florido do mundo!

“Tem gente que é tão bonita por dentro que eu desconfio que come flor”.











segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Foi dada a largada para mais um plantão com muita alegria com as Dras. Ciba Lena e Bitoka.
E lá vão elas, rumo ao postinho, dançando, cantando e encantando a todos que encontravam pela frente e nos corredores do hospital. Já na pediatria estas Dras. muito alegres visitaram muitos pacotinhos e queriam até levá-los embora em suas maletas, mas eis que chegam as Super mamães poderosas e descobrem todas as artimanhas dessas Dras. Resumindo: o plano “faiou” mesmo, literalmente.


Mas, prosseguindo, um pacotinho príncipe estava aguardando a sua alta e iria reinar agora em seu palácio. Assim como nosso amigo lindo, um tal de Folgado, lembram dele? Ficamos muito felizes com esta notícia.
Continuando o caminho “pela estrada afora, eu vou bem”,... Ops quer dizer, ainda na pediatria, as Dras. seguiram para consultar duas princesas, a Sofia e a Geovana, e foi feito um tratamento longo de alegria, vitaminas doces de carinho prolongado, misturado com bolinhas do amor. Ah! E ainda assistimos o show do dançarino mais fofo da pediatria, que mostrou para as Dras. como é que a dança dos famosos.
Ufa!!!Que delícia de plantão. Mas ainda não acabou, fomos chamadas para uma emergência lá no 5°andar, para conter um riso frouxo, totalmente desregulado, só podia ser quem? A D. Maria, que é muito amiga das doutoras!
Já na saída, com quem encontramos? Ah não! Ah sim! Ele, aquele, o próprio... Tchan... O Doutor que arranca suspiros e extasia as Dras. kkkkkk

E nesta alegria termina mais um plantão. Até o próximo!





terça-feira, 13 de setembro de 2016

“Eu te amo meu Brasil, eu te amo
Meu coração é verde, amarelo, branco, azul anil
Eu te amo meu Brasil, eu te amo
Ninguém segura a alegria do Brasil”
E assim começa mais um plantão verde e amarelo, em ritmo de desfile de independência... Ou norte?  Na recepção do hospital todo mundo começou a lutar por um só ideal: O Amor. Num é que todos foram a favor dele?
E os doutores soldados foram marchando rumo à pediatria quando encontraram no corredor o Johnny, um garotinho cheio de charme que já bateu continência assim que nos viu, que gracinha! Resultado? Dengamos ele um tantão assim ó, com vitaminas do amor.
No postinho teve junta médica especial,  condecorando as médicas e enfermeiras com a “cabeça de papel” mais famosa do país. Ali mesmo no quarto tinha pacotinho fazendo bronzeamento artificial, de óculos escuros e tudo mais. Os doutores concluíram que isso é para o desfile patriótico mais tarde! E num é que eles são tão espertos neste diagnóstico? A mamãe e a vovozinha do pacotinho foram achamegadas pelo Dr.Uiski Zito. Por isso tivemos que fazer atendimento de emergência, a (de) pressão subiuuuuu... Foi aí que o Dr.Uiski resolveu escutar o peito, isso mesmo que você entendeu... Ops... O peito do pé do direito e do esquerdo, e num é que ele disse ter ouvido um samba lá? Eu heim? Que Doutor mais estranho.
Dando continuidade ao plantão, encontramos um príncipe lindo, chamado Isac que também ganhou o chapeuzinho de soldado e ainda a música “meu pintinho amarelinho” que é a sua preferida. Adivinha quem os doutores encontraram lá? Aquele Folgado que adora  ficar corrigindo a gente, e sabe o que aconteceu? Quando cantamos marcha soldado para ele, disse para nós ah! Não, música de criancinha. Este rapazinho é do barulho.
Marcha soldado cabeça de papel
Quem não marchar direito vai preso pro quartel,
O quartel pegou fogo
Maria deu sinal
Acode, Acode, Acode “a bandeira nacional”

Os doutores besteirologistas foram desfilar ainda lá na UTI contagiando alegria patriótica á todos os pacientes dos blocos e teve muitas comemorações, o Dr. Uiski Zito entregou seu coração ali mesmo na frente de todo mundo, as Dras. Bitoka, Kaduca e Malu Kinha encontraram por ali Mel, Leite e perceberam que todos que ali estavam eram muito doces. Bom mas tudo que é muito bom, dura pouco, o plantão foi terminando e bem na saída a moça que estava no carrinho teve uma multinha básica, por estacionar onde não podia, um valor imensurável a ser pago 800 beijos.
Bem... os doutores estavam felizes, pois o plantão foi muito gostoso, com sabor de quero mais. Até o próximo!!!














sábado, 10 de setembro de 2016

Sol raiando em BH e lá se foram o Dr. Gergelim e a Dra. Orélia para mais um plantão no Biocor.
Logo na chegada encontraram com o Sr.Milton, um homem muito culto e pra lá de simpático que ficou de nos ajudar a conseguir uma vaga especial no estacionamento do hospital, exigimos que ela seja reservada somente para besteirologistas de plantão, então ele ficou de entrar em contato com o SBB - Sindicato dos Besteirologistas de Beozonte para registrar nossa reclamação e tomar as providências cabíveis. A Patrulha aguarda por boas noticias, viu Sr. Milton?

Plantão prosseguindo e constataram em um quarto que os bebês Vitória e Pedro passaram a madrugada na festa do quinto andar do Biocor. Já eram 10hs da manhã e os dois dormindo como um anjo, os doutores explicaram todo o esquema da festinha para as mamães que prometeram ficar de prontidão na próxima madrugada..esses bebês!! hi hi hi.. 

Foi feito também um tratamento de "espinhela caída" e de "engolimento de sapo"em duas mamães que não estavam passando roupa muito bem, mas após os exames de falta de rotina e ao nosso tratamento, elas ficaram lindas e recuperadas!!

O grande boss Dr.Mário passou por lá e ficou curioso sobre o tratamento da espinhela caída, então a Dra. Orélia deu uma aulinha pra ele explicando como proceder, afinal a Patrulha não pode negar a propagação dos seus conhecimentos besteirológicos né? Tratamento 100% gratuito e confiável, não tem erro! Big Boss Mario agradeceu muito! hi hi

Queremos deixar aqui um grande beijo para a Camila, ela ficou muito feliz com a nossa visita e até se dispôs a ser nossa ajudante de mágica no próximo plantão, Camilinha, você já mora aqui ó: nos nossos corações! Já na saída teve apresentação de dança com percussão do Dr. Gergelim, esses doutores arrasaram, deixamos aqui um grande abraço para os enfermeiros Edson, Malta e Verusca, parceiros de sempre!


Plantão encerrado e barriga já roncando de fome, os doutores saíram felizes e disparados para o restaurante mais próximo! Beijooos e até o próximo plantão!!!


 





domingo, 4 de setembro de 2016

Plantão super doce com direito a chapeuzinho, beijinho, língua de sogra, bolo... Hummm... Por que tudo isso? 11 anos da Patrulha da Alegria!!

Puxa, é uma caminhada, não é? Nessa caminhada tivemos altos e baixos, alegrias, tristezas, vitórias, derrotas e, claro, aprendizados constantes.

O doutor palhaço expõe e tem expostas a fragilidade e a imperfeição do ser humano, percebe a força dos olhares, dos risos e das lágrimas de emoção, tem a sensibilidade, a compaixão, a solidariedade, a generosidade e claro, a coragem de se expor ao ridículo. É claro que todos nós passamos por problemas, mas... O importante é não deixar a peteca cair e, depois de uma junta médica besteirológica mega especial, não há orgulho que sobreviva, afinal, o Amor é a cola que une! E a gente fica agarradinho, agarradinho!!


Querem ver alguns problemas? 



Existe doutor que acha que só porque se formou em ‘Frangofurt’ é melhor do que os se formaram em ‘Rávardi’, existe especialista em vias aéreas superiores e inferiores e outros que preferem vias terrenas profundas e superficiais, especialista em parto atravessado e outros em partos colaterais diagonais posterior superior esquerdo, existe doutor que gosta é de som e canta Silêncio e outros que só querem ficar em silêncio,






doutores especialistas em medição de chulé e sovaqueira e outros que preferem fazer banho de creme nos cabelos com dieta parenteral e depois lavar usando um balde d’água, doutores que não querem sair do colo da agente acolhedora e outros que adoram brincar de esconde-esconde na rouparia, doutores que ficam muito felizes ao ver que o paciente está passando bem e outros que se aproveitam da situação e levam a trouxa de roupa suja para que o paciente passe pra ele, especialistas em cutículas e unha encravada e outros em namoro encravado, uns são especialistas em canjiquinha e outros em rolinho e maria chiquinha, uns são globais como os paquitos e outros como as pituxas, as crioulas pretas e casal 20,




tem especialista que olha sempre a bula e outros que fazem um mix com o perigo de um bujão, uns preferem orélias e outros testinhas, tem doutores poliglotas e outros que são só tagarelas, doutores que são tão xeretas que correm atrás das bolotas e rabiolas e  tem doutores que ficam só rindo, rindo muito com largos sorrisos ou com pequenas rizadinhas, tem especialistas que são tão caducos, tão dã dãos, tão lilekas que se esquecem até de fazer a anamnese e outros que são apenas maluquinhos, existe doutor que acha que é a Gisele Bundchen e outros que se reconhecem como um zé ninguém, temos aqueles que gostam de bitoka e aqueles que gostam de lambida, tem doutores que tomam cibalena e tem aqueles que preferem vick e lacto pulga, 


tem aqueles que adoram jujubas, bananas e jacas e aqueles que babam nas porpetas com gergelim e paçoca, tem aqueles que são fraquinhos, minguadinhos, catititos e outros que já são marmanjos e ligados no 220v, tem quem goste de pirilampo e foquinha e tem quem goste de jacu, tucano e piriquito, alguns preferem o Didi e outros o Dedé, uns gostam do Vagabundo e outros do Banzé, tem quem suba na escadinha pra roubar uma ‘fulô’ pra tentar conquistar sua princesa e tem quem goste de colocar a flor na sua própria garrafinha, tem aquele fulano esquisito que acredita ter dezoito anos e na verdade tá na casa dos cinquentinha, tem doutor que gosta de gaita e sininho, outros de pimpinela e ching ling, tem doutora que acha que é ex quase primeira dama, toda trabalhada nos dons dos instrumentos e outras que só querem saber de estripulia e que adoram fazer rabisco, tem doutor que adora babalu e outros que já são ligados na batata ... Enfim, são tantas as especialidades!! Tantas amabilidades!!

A todos vocês que acreditam no poder do nariz vermelho, o nosso muuuuito obrigado!! E que venham novos aniversários.